Bem Vindo ao PIBID!!!

O que é o PIBID?  

O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, foi regulamentado em 24 de junho de 2010, através de publicação no DOU – Diário Oficial da União –, decreto nº 7.219 assinado pelo então Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo Ministro da Educação, Fernando Haddad.
É desenvolvido pelo Ministério da Educação e tem por finalidade apoiar a iniciação à docência de estudantes de licenciatura nas universidades brasileiras com o fortalecimento da sua formação para o trabalho nas escolas públicas.
O Programa oferece bolsas, distribuídas nas diversas áreas dos cursos de licenciatura oferecidos pela Universidade, para estudantes e professores desses cursos e também para professores das escolas participantes do Programa.
Em 2013, o PIBID tornou-se Política de Estado, integrando-se às políticas educacionais organizadas pela Lei de Diretrizes e Bases 9.394/96.
Em 4 de abril de 2013, a Lei 12.796, sancionada pela Presidente da República, alterou o texto da LDB para incluir os seguintes parágrafos no Art. 62:

§ 4º - A União, o Distrito Federal, os Estados e os Municípios adotarão mecanismos facilitadores de acesso e permanência em cursos de formação de docentes em nível superior para atuar na educação básica pública.

§ 5 º - A União, o Distrito Federal, os Estados e os Municípios incentivarão a formação de profissionais do magistério para atuar na educação básica pública mediante programa institucional de bolsa de iniciação à docência a estudantes matriculados em cursos de licenciatura, de graduação plena, nas instituições de educação superior.

 

São objetivos do PIBID: 

  • incentivar a formação de docentes em nível superior para a educação básica e contribuir para a valorização do magistério;
  • promover a integração entre educação superior e educação básica;
  • inserir os estudantes de licenciatura das universidades no cotidiano de escolas com a mediação dos profissionais em atuação rede pública de educação;
  • conhecer o trabalho dos professores em atuação na escola pública de ensino fundamental e de ensino médio, educação regular, educação do campo e educação de jovens e adultos;
  • incentivar escolas públicas de educação básica, mobilizando seus professores como co-formadores dos futuros docentes e tornando-as protagonistas nos processos de formação inicial para o magistério;
  • construir estratégias, metodologias e recursos para a atuação didática;
  • contribuir para a articulação entre teoria e prática;
  • valorizar a construção do conhecimento na escola;
  • valorizar os sujeitos que participam do cotidiano escolar;
  • contribuir para integrar escola, cidade e universidade;

 

 

A proposta do PIBID: 
trabalho integrado de formação docente

Escola e universidade desenvolvem uma dinâmica de integração para a formação dos futuros professores e o espaço escolar é vivenciado pelos licenciandos para a construção de conhecimentos teórico e prático com o trabalho conjunto entre professores, alunos, supervisores e gestores da escola, professores e alunos dos cursos de licenciatura.
O PIBID inclui atividades em dias letivos (segunda-feira a sábado) nos diferentes turnos, sem interferir no planejamento das escolas participantes. São previstas atividades nessas instituições e nas dependências da Universidade Federal de Uberlândia, envolvendo todos os bolsistas (professores coordenadores, professores supervisores e licenciandos) e, também, outros membros da comunidade escolar que queiram colaborar com a execução do PIBID UFU.

 

O professor supervisor do PIBID na escola

  • participa das atividades do PIBID na Escola e na Universidade e compromete-se com a execução do projeto;
  • recebe os bolsistas de iniciação à docência do PIBID, viabilizando sua participação nas atividades didáticas e acompanhando suas ações;
  • informa à comunidade escolar sobre as atividades do projeto;
  • compartilha com a direção da escola e seus pares as boas práticas do PIBID.